Institucional

Responsabilidade social

Responsabilidade social

A conscientização dos colaboradores, assim como o envolvimento em questões socioambientais são práticas de rotinas do IBTeC, por meio da definição de ações que orientam e incentivam a melhoria da qualidade de vida na sociedade.

Uma série de iniciativas são desenvolvidas pelo Instituto com o intuito de envolver todos os colaboradores e promover uma consciência coletiva.

Em outubro de 2015, o IBTeC passou a ser padrinho da Casa Lar do Menino, lançando Programa Fazer o Bem Faz Bem. Com o apadrinhamento social da entidade, o Instituto se compromete a buscar e canalizar recursos, doações e contribuições.

Comandado pelo gestor da Casa, Otávio da Silva Alves, atualmente o Lar do Menino acolhe cerca de 20 adolescentes, de 12 a 18 anos, em situação de vulnerabilidade social - todos sob medida protetiva. Portanto chegam à casa através do Juizado da Infância e Juventude, sendo que alguns cuidados devem ser preservados, principalmente ao que se refere a imagem, nome completo e fotos, que devem permanecer em sigilo.

Pensando em levar um pouco de alegria, carinho e afeto a estes adolescentes, é fundamental termos parceiros e colaboradores, para as mais diversas ações. Este é um convite a você e sua empresa para engajar-se nesta proposta de levar esperança, alento e alegria para a vida destes meninos.

Temos a certeza de que juntos podemos fazer a diferença.
“Há sempre um pouco para doar, algo para semear e uma causa para abraçar”.

Nossos parceiros do BEM

  • Sugar Shoes, NKS - com calçados para os meninos
  • Mais Você Salão de Beleza - com corte de cabelos, itens de higiene e cuidado pessoal, e participação em todas as campanhas. Agora no Natal teremos as cartinhas para o Papai Noel.
  • Padaria Baum - com tortas maravilhosas para comemorarmos mensalmente os aniversários dos meninos.
  • IBTeC - em todas as campanhas e na coordenação geral do trabalho.
  • Revista Tecnicouro - em todas as campanhas e na coordenação geral do trabalho.

Contato:

Simoni Jaroszeski (simoni@ibtec.org.br) ou Karin Becker (karin@ibtec.org.br).

Em parceria com a AMO - Associação de Assistência em Oncopediatria o IBTeC, desde junho de 2016 passou a se engajar na campanha de arrecadação de tampinhas plásticas. O valor coletado com a venda das tampinhas é 100% destinado a essa entidade que presta assistência a crianças e adolescentes com câncer.

O ponto de coleta ficou de fácil acesso – localizado na recepção principal do Instituto – o que permite todos os públicos frequentadores a participarem, sem período para término. A arrecadação é válida para qualquer tampa de material plástico – de garrafa pet, produtos de limpeza, de sucos, de caixinhas de leite, dentre outros.

No dia 15 de dezembro, foi realizada a entrega oficial das tampinhas arrecadadas no primeiro semestre, na qual a diretoria da AMO esteve presente a mobilizou a equipe de colaboradores do IBTeC a permanecer com a campanha em 2017.

Confirmando o foco socioambiental e de inovação tecnológica, o IBTeC dá prioridade a fornecedores cujos produtos e serviços tenham diferenciais ecologicamente corretos. Além da preocupação em apresentar soluções voltadas à preservação do meio ambiente, os projetos enfatizam o compromisso social do instituto, através da seleção de trabalhadores que se encontram fora do mercado de trabalho, para que eles tenham a oportunidade de demonstrar aos empresários visitantes a sua qualificação, aumentando assim as chances de recolocação profissional.

Os projetos são tradicionalmente um dos principais focos de visitação dos eventos setoriais, atraindo a atenção de profissionais, pesquisadores e formadores de opinião, que têm a vantagem de poder visualizar no local o resultado final de todo esse complexo sistema, que envolve desde fornecedores de insumos, passando pelas indústrias de transformação e canais de distribuição ao consumidor. Sem esquecer os centros de pesquisa e desenvolvimento e as entidades setoriais, que garantem a integração do setor, nesta missão de transformar ideias em produtos que movimentam a economia do país e geram emprego e renda para a população.

O projeto ocorre dentro da feira Fimec, nos pavilhões da Fenac, desde 2010, através de uma parceria entre o IBTeC com outras empresas. Os visitantes acompanham a produção de calçados com produtos da própria feira, assim como, conhecem o funcionamento de modernas máquinas e equipamentos deste segmento calçadista. No espaço são produzidos diferentes modelos de calçados masculinos e femininos, e os pares são doados e convertidos em recursos para projetos sociais.

2017: As doações dos calçados produzidos nessa edição de 2017 aconteceu no dia 19 de abril, com o repasse de aproximadamente 1.500 pares à Secretaria de Desenvolvimento Social de Novo Hamburgo, o Lar da Menina, o Lar do Menino, a Horta Comunitária Joanna de Ângelis e a Associação Beneficente Evangélica Floresta Imperial - ambas do município - e a Liga de Combate ao Câncer de Ivoti, para beneficiar pessoas em atendimento nestas instituições.

O diretor-presidente da Fenac, Márcio Jung, destacou que a etapa finaliza um processo iniciado na feira. "É um projeto único no mundo, que além de apresentar a produção de calçados em tempo real agrega o cunho social. Temos grande satisfação em fazer a entrega destes produtos, que foram elaborados com materiais e tecnologia de ponta e poderiam estar em qualquer vitrina", salientou.

O presidente executivo do IBTeC, Paulo Griebeler, comentou que este foi o maior e mais desafiador projeto já realizado e este viés social é uma marca do empreendimento. "O projeto também tem a preocupação de preencher parte dos postos de trabalho com profissionais em situação de desemprego, para que tenham a oportunidade de mostrar as suas habilidades a empresários que visitam o espaço, aumentando as chances de recolocação no mercado de trabalho. Neste ano tivemos ainda a presença de alunos do curso técnico de calçados do Senai, que viveram uma experiência única durante os três dias da feira, o que contribuiu para a sua formação", considerou.

A prefeita de Novo Hamburgo, Fátima Daudt, e a secretária de Desenvolvimento Social, Flávia Petry, ressaltaram a importância das doações. De acordo com elas, a Secretaria de Desenvolvimento Social trabalha junto às pessoas que buscam atendimento no sentido de ensiná-las a pescar e não dar o peixe, incentivando-as a transformar suas vidas para melhor. Elogiaram as instituições e empresas envolvidas, cujas iniciativas colaboram com este processo. "Só temos a agradecer aos responsáveis por este projeto. Com iniciativas como esta podemos ampliar a ajuda a quem precisa", falou a prefeita.

Em 2017, o IBTeC também se engajou nas ações sociais do Projeto Horta Comunitária Joana de Ângelis – situado em Novo Hamburgo/RS, que sempre teve como proposta auxiliar na solução de problemas da vida cotidiana, tanto na escola, na família e na inclusão social, bem como a preparação das pessoas da comunidade no ingresso para a Universidade e o mundo do trabalho.

Os alimentos plantados no espaço são utilizados para a alimentação das crianças, adolescentes e jovens, pois os mesmos fazem três refeições no local, incluindo o almoço. Ainda, a Horta realiza campanha permanente denominada “Sou Amigo da Horta”, para receber doações de alimentos, roupas, móveis, materiais de construção, entre outras necessidades.

Todas as ações contam com o apoio de uma rede de amigos e trabalho voluntário de pessoas da comunidade que colocam seu conhecimento e potencialidades a favor desta obra.

Venda de pão caseiro: Numa das inúmeras ações voltadas a angariar verba para o projeto, a equipe voluntária começou a comercialização de pães caseiros – com ingredientes integrais e de alto valor nutricional, em todas as sextas-feiras, com preço de R$ 5,00. As encomendas podem ser feitas via WhatsApp ou Facebook (www.facebook.com/hortajoanna).