Notícias

Fimec realiza uma das melhores edições dos últimos anos

Fimec realiza uma das melhores edições dos últimos anos 18 MAIO

A 41ª Fimec, que se encerrou ontem (16), em Novo Hamburgo/RS, atraiu um público qualificado de profissionais em busca de lançamentos de máquinas, componentes, couros e químicos para a indústria do calçado e artefatos. Novas tecnologias para melhorar processos, aumentar a produtividade e tornar a indústria calçadista ainda mais sustentável e competitiva foram pontos de destaque da feira.

Durante a coletiva de imprensa realizada ao final da manhã de ontem (16), o diretor-presidente da Fenac, Márcio Jung, assegurou que as expectativas foram atingidas. "Tenho certeza de que esta é uma das maiores edições dos últimos tempos", salientou o executivo ao destacar a qualidade das visitas e o volume de importadores nos pavilhões da Fenac.

A prefeita de Novo Hamburgo/RS, Fátima Daudt, enfatizou o clima de otimismo entre o empresariado e o trabalho coletivo das entidades setoriais. "Estamos vivendo um momento positivo em que a economia voltou a pulsar", comentou.

O presidente executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Heitor Klein, comentou que a integração da cadeia produtiva é o principal fator de competitividade do setor. "A feira proporciona este entendimento e devemos perceber, louvar e comemorar isso", considerou.

O presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas para Couro e Calçados (Abrameq), Marlos Schmidt, assegurou que as expectativas do setor foram atingidas. "A equipe da Fenac criou um ótimo ambiente de negócios, o setor sai fortalecido, acreditando em um clima de renovação, com as exportações também se consolidando", avaliou.

Na opinião do presidente executivo do Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), José Fernando Bello, o segmento do couro está motivado. "As entidades do sistema coureiro-calçadista promoveram diversas ações muito positivas que proporcionarão novos negócios", assegurou.

As atividades realizadas pelas entidades também foram destacadas pelo presidente executivo da Associação das Indústrias de Curtumes do Rio Grande do Sul (Aicsul), Moacir Berger. "Essas atividades complementares devem fazer parte das próximas edições", solicitou o gestor, afirmando que os expositores ficaram plenamente satisfeitos.

O vice-presidente da Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), Gerson Berwanger, salientou que a data da feira, no início do mês de março, está correta e destacou o avanço nos produtos exibidos. "Os expositores conseguiram atrair os visitantes expondo produtos inovadores, com design, tecnologia avançada e sustentabilidade", observou.

O presidente executivo do Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos (IBTeC), Paulo Griebeler, ressaltou que o ambiente está favorável para negócios, com os empresários acreditando na retomada da economia. "Invistam no seu negócio, tirem seus projetos da gaveta e os coloquem em prática", solicitou o executivo que também falou sobre o sucesso da 8ª edição do Projeto Fábrica Conceito, que está consolidado como uma das principais atrações da feira.

O presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha (ACI-NH/CB/EV), Marcelo Clark, reconheceu que a união das entidades setoriais é fundamental para o fortalecimento da cadeia de valor e a conquista de melhores resultados. "São necessários muitos meses para preparar uma feira como a Fimec e a equipe toda está de parabéns, pois com uma visão diferenciada a nova gestão conseguiu melhorar a feira não só pelo número de visitas alcançado, mas pela qualidade dos visitantes e o volume de negócios que proporcionou", avaliou.

Gerusa Giacomolli apresentou o posicionamento da Associação Brasileira de Químicos e Técnicos da Indústria do Couro (Abqtic). Comemorando o retorno de empresas que realizavam eventos paralelos e hoje estão novamente presentes como expositores, destacou o projeto Curtume Modelo realizado em parceria com o Senai Estância Velha/RS.

Christian Thomas, do Studio 10, falou sobre o projeto Estúdio Fimec, que apresenta um conteúdo baseado em pesquisa sobre o comportamento do consumidor. "Para a assertividade no desenvolvimento dos produtos é preciso compreender como o consumidor final se comporta, pois é o comportamento do consumidor que aponta as tendências e não o contrário", considerou.

Luís Coelho, da Coelho Assessoria Empresarial, falou que a Fábrica Conceito superou a cifra de 3 milhões de reais em ativos das empresas disponibilizados para a realização do projeto, que foi um sucesso de visitação e de novas tecnologias apresentadas. "Superamos o sonho e o projeto só tende a crescer", comentou ele destacando ainda que muitas empresas já confirmaram presença para a próxima edição.

A novidade para a próxima edição está relacionada com a data do evento. Em 2018, a feira já está marcada para os dias 06, 07 e 08 de março, das 13h às 20 horas. A antecipação de alguns dias se deu após debates com entidades, análise de pesquisa realizada com expositores e visitantes e foi definida em reunião do Conselho de Administração da Fenac. O objetivo da mudança foi adequar o evento ao calendário de feiras nacionais e internacionais do setor.