Notícias

Covestro quer acelerar a mudança para uma economia circular

Covestro quer acelerar a mudança para uma economia circular 28 MAIO

Nova visão da empresa com medidas concretas, focando-se em matérias-primas alternativas e energias renováveis por meio de inúmeros projetos de pesquisa para promover a reciclagem

A Covestro está totalmente comprometida em tornar a economia circular um modelo para um mundo verdadeiramente sustentável. Para isso, a fabricante de materiais deseja alinhar completamente toda a sua produção e a gama de produtos, bem como todas as áreas a longo prazo ao conceito circular. Essa visão estratégica deve ser implementada gradualmente com inúmeras medidas e projetos concretos. Dessa forma, a Covestro deseja acelerar a mudança para uma economia circular, especialmente nas indústrias química e de plásticos, e contribuir para o objetivo de uma economia neutra em gases de efeito estufa.

Especificamente, a empresa planeja converter suas instalações de produção em todo o mundo em matérias-primas alternativas e energia renovável. Além disso, mais de 20 projetos estão pesquisando novas maneiras de obter mais e melhor reciclagem. Afinal, a Covestro poderia ser não apenas uma produtora e fornecedora de soluções, mas também uma recicladora inovadora. Os produtos devem ser cada vez mais adaptados para reciclagem posterior e alinhados ainda mais de perto com os objetivos de sustentabilidade da ONU. Além disso, a Covestro deseja cooperar com parceiros em todas as áreas do ciclo de criação de valor e também aproveitar novas oportunidades de negócios de interesse mútuo.

 

Economia circular como princípio orientador global

"A economia circular levará o mundo, como um todo, a um futuro sustentável. Ela deve se tornar o princípio orientador global para alcançar a neutralidade climática e proteger os recursos cada vez menores do nosso planeta", enfatizou o CEO da Covestro, Dr. Markus Steilemann, nesta terça-feira, em frente à mídia internacional durante uma transmissão ao vivo na Internet.

"Produzir, consumir, jogar fora - o uso único leva a um beco sem saída, as empresas e a sociedade precisam repensar com urgência", acrescentou o CEO. "Nossa indústria e nossa empresa pode e quer apoiar essa transformação. Como os plásticos são usados praticamente em todos os lugares e são a chave para solucionar muitos desafios prementes. Ajudar a dominá-los é a principal preocupação da Covestro em tornar o mundo um lugar mais brilhante".

A Covestro lançou um programa estratégico em 2019 para ancorar a circularidade em todas as áreas da empresa em uma abordagem holística. Agora está sendo implementado com sucesso e apoiado em objetivos concretos e mensuráveis. O foco está em quatro tópicos:

  • Matérias-primas Alternativas: biomassa, CO2, bem como materiais e resíduos em fim de vida útil substituem as matérias-primas fósseis, como o petróleo; o carbono circula.
  • Reciclagem Inovadora: as novas tecnologias com eficiência energética garantem maior e eficaz reciclagem de materiais e resíduos em fim de vida.
  • Soluções Conjuntas: para promover a economia circular, a Covestro busca a cooperação intersetorial.
  • Energias Renováveis: a economia circular só é realmente sustentável se também for usada eletricidade de fontes alternativas.

A Covestro oferece produtos inovadores baseados em matérias-primas alternativas. Isso inclui componentes de base biológica para tintas para automóveis e móveis, além de materiais feitos com CO2, usados em colchões, pisos esportivos e têxteis. A empresa vê um grande potencial em pesquisas, principalmente na reciclagem de produtos químicos, ou seja, na reconversão de plásticos em suas moléculas e em sua reutilização. 

 

Resíduos plásticos como recurso Sustentável

A Covestro também atua em inúmeras colaborações, por exemplo, para usar a Tecnologia Blockchain para aumentar a transparência nas cadeias de suprimentos no sentido da economia circular. Como parte da Alliance to End Plastic Waste (Aliança para acabar com o desperdício de plástico), uma rede global de empresas ativas, a Covestro também está trabalhando para garantir que os plásticos usados não sejam mais descartados de maneira descontrolada. Enfatizou o CEO Steilemann:

Além de matérias-primas alternativas, como materiais em fim de vida, CO2 e biomassa, a energia renovável é necessária para alcançar uma economia circular verdadeiramente eficiente em termos de recursos. Portanto, a Covestro mudará gradualmente sua produção para isso. No primeiro passo importante, a empresa fornecerá uma parte considerável de sua eletricidade para suas usinas na Alemanha a partir de 2025 de um parque eólico no Mar do Norte que está sendo construído pelo fornecedor de energia dinamarquês Ørsted.

 

Sobre a Covestro

Com vendas de 12,4 bilhões de euros em 2019, a Covestro está entre as maiores empresas de polímeros do mundo. As atividades comerciais estão focadas na fabricação de materiais poliméricos de alta tecnologia e no desenvolvimento de soluções inovadoras para produtos utilizados em muitas áreas da vida cotidiana. Os principais segmentos atendidos são as indústrias automotiva, de construção, processamento de madeira e móveis e elétrica e eletrônica. Outros setores incluem esportes e lazer, cosméticos, saúde e a própria indústria química. A Covestro possui 30 sites de produção em todo o mundo e emprega aproximadamente 17.200 pessoas (calculadas como equivalentes em período integral) no final de 2019.

Fonte: Assessoria de Imprensa - COVESTRO