Notícias

IBTeC comemora 50 anos de fundação apresentando investimentos e projetando crescimento para o futuro

IBTeC comemora 50 anos de fundação apresentando investimentos e projetando crescimento para o futuro 30 SETEMBRO

Instituição deverá encerrar 2022 com crescimento de 20% no faturamento

O Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos (IBTeC) aproveita o momento em que comemora os 50 anos de fundação da instituição para anunciar novos investimentos, e o planejamento para as próximas décadas.

O presidente executivo do Instituto, Paulo Griebeler, lembra que nos últimos dez anos, período de sua gestão compartilhada com o presidente do conselho deliberativo, Claudio Chies e com o vice-presidente executivo, Dr. Valdir Soldi, o IBTeC somou investimentos da ordem de R$ 20 milhões. Somente no ano de 2022, serão em torno de R$ 5 milhões, em equipamentos de última geração especialmente para o laboratório de substancias restritas, que atua no apoio às indústrias exportadoras brasileiras.

Até o final de 2022 deverão estar em funcionamento os novos equipamentos no laboratório de substâncias restritas do Instituto, que está duplicando sua capacidade de atendimento especificamente na área que dá suporte aos exportadores de calçados, com ensaios de certificação com relação ao uso de substâncias químicas para atender às exigências de cada mercado em diferentes pontos do Planeta.

Os investimentos feitos ao longo de 2021 e 2022 estão oportunizando a duplicação da capacidade de atendimento do Instituto na área de substancias restritas, um dos segmentos de maior demanda atualmente. Griebeler credita este crescimento às mudanças no mercado internacional, que está se movimentando em busca do fim da dependência de fornecedores específicos. “Primeiro com a pandemia, e depois com a guerra da Ucrânia, o mundo corporativo obrigou-se a fazer um movimento de mudança na forma de se relacionar com os priores players fornecedores, distribuindo participação em seu volume de consumo”. Com isto, “o Brasil recuperou seu protagonismo como exportador de calçados e componentes, e nós, como instituto de apoio aos fabricantes nacionais, acompanhamos este movimento, investindo na ampliação de nossos laboratórios”.

Para até 2030, o plano é duplicar o faturamento. O que o futuro deverá trazer de novo para o IBTeC? “Com certeza estaremos ampliando cada vez mais nossa atuação para setores que têm sinergia com o calçado, como industrias de bolsas e acessórios, couro, têxteis, polímeros sintéticos, bijuterias e vestuário, por exemplo.

Paulo Griebeler adianta que a projeção é de que o Instituto encerre o ano de 2022 com crescimento de 20% no faturamento, em relação ao ano de 2021.

 

IBTeC e Calçados Conforto mostrarão na FISP 2022 a Fábrica Modelo de Produtos de Segurança

Entre as atividades que marcarão as comemorações dos 50 anos do IBTeC, está a participação da instituição em mais uma edição da FISP 2022 - Feira Internacional de Segurança e Proteção com a Fábrica Modelo de Produtos de Segurança, de 18 a 20 de outubro em São Paulo/SP, a maior feira do segmento na América Latina. Em parceria com Calçados Conforto e outras 50 empresas fornecedoras de máquinas, equipamentos, componentes, insumos e sistemas de gestão e logística, o projeto deverá produzir 500 pares de calçados ao longo dos três dias.

Com 37 anos de existência, Calçados Conforto é reconhecida por sua preocupação em oferecer design e tecnologias de conforto aos usuários de seus calçados e luvas. Com matriz na cidade de Estância Velha, na região metropolitana de Porto Alegre-RS, a indústria tem entre seus diferenciais o fato de que desde 2007 produz seu próprio solado, para garantir segurança, conforto e qualidade a seus produtos.

O diretor presidente salienta a importância da parceria de mais de dez anos com o IBTeC, “que tem contribuído para o desenvolvimento da marca, tanto em inovação quanto em tecnologias de conforto”.

Para o IBTeC, esta será a terceira participação na FISP. Em 2014, a instituição apresentou uma fábrica de luvas, com a indústria Luvas Ortner, de Estância Velha/RS. Em 2018, o Instituto apresentou uma fábrica de calçados de segurança, em parceria com a Bompel, de Toledo-PR.

Agora, no retorno da feira após três anos, “nós voltamos com uma fábrica de calçados de segurança, em parceria com uma das marcas mais respeitadas no mercado brasileiro”, lembra o presidente executivo do IBTeC, Paulo Griebeler. Para a instituição, “a participação na FISP ganha cada vez mais importância, porque hoje o setor de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) responde por uma fatia muito significativa do dia a dia da instituição”. A proposta do IBTeC com a realização da Fábrica Modelo na FISP, segundo Griebeler, “é mostrar a pujança deste setor, e apresentar todos os relevantes serviços que nossa instituição oferece aos fabricantes de EPIs em geral”. O gestor lembra ainda que “o IBTeC é referência no atendimento às demandas do setor de saúde e segurança no trabalho, e nossa participação na feira é uma forma de mostrar nossa expertise”.

O IBTeC atende o segmento em áreas como certificação junto ao Ministério do Trabalho, ensaios de qualidade, consultoria para o desenvolvimento de produtos desde a concepção até a busca por tecnologias que agreguem valor aos produtos, além de ensaios de conforto que elevem o patamar de atendimento aos usuários de calçados de segurança.

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao utilizar este site, você concorda com essas condições. Política de Privacidade - Política de Cookies