Notícias

Indústria calçadista criou 40 mil vagas em 2022

Indústria calçadista criou 40 mil vagas em 2022 05 OUTUBRO

Dados elaborados pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), com base na pesquisa de emprego do Ministério do Trabalho e Previdência (MTP), apontam que, entre janeiro e agosto, a indústria de calçados gerou 40 mil postos de trabalho. Somente em agosto foram mais de 5 mil vagas criadas. Com o registro, o setor encerrou agosto totalizando mais de 306 mil pessoas empregadas diretamente na atividade em todo o Brasil, o melhor estoque de empregos do setor desde outubro de 2015. No comparativo com agosto de 2021 o crescimento é de 16,5%.

O presidente-executivo da Abicalçados, Haroldo Ferreira, ressalta que o número é resultado da recuperação da atividade, com crescimento registrado tanto no mercado interno quanto externo. “No varejo doméstico, que representa mais de 85% das vendas da indústria de calçados, já crescemos 11% no comparativo entre janeiro e julho deste ano com o mesmo intervalo do ano passado. Já as exportações cresceram 30% no comparativo entre janeiro e agosto deste ano com o mesmo período de 2021. E a demanda por calçados segue em crescimento e deve ser acentuada no último trimestre do ano em função das festas”, avalia o executivo.

Estados
O RS, maior empregador, gerou 8,78 mil postos de trabalho de janeiro a agosto.

O Ceará, segundo maior empregador, criou 7,8 mil vagas.
A Bahia, terceira entre os maiores empregadores, gerou 7,9 mil vagas.
São Paulo, quarto maior empregador, somou mais 6,9 mil vagas.

Confira a tabela completa por Estado no link

 

Crédito da foto: Divulgação

Fonte: Abicalçados

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao utilizar este site, você concorda com essas condições. Política de Privacidade - Política de Cookies